16.9.02

domingo é realmente um dia em que a gente se convence de que nada bom vai acontecer então acaba dando sorte ao azar. ontem foi um domingo como há muito eu não via. saí cedo de casa, fiz um monte de coisas legais com pessoas legais, algumas com quem não saía há muito, muito tempo. pra se ter um a idéia, no fim da noite a gente foi parar num VIDEOKÊ em OLINDA. sério. eu e tejinho cantamos "o nosso amor é lindo" de placa luminosa. e adivinha a nota que tiramos? 99. claro que isso é birra do videokê só pra não dar 100 pra gente. e não venham dizer que sempre sai errado esse troço, que basta gritar e nem precisa cantar no tom pra tirar nota alta porque é mentira. eu tenho meus talentos vocais.

eu acabei nem falando com foi legal o show de marky no sábado. na verdade, foi no domingo. 3h10 da matina o negão começou a tocar. que instigação da porra, mas eu não consegui acompanhá-lo até o fim, cansei antes. mas dancei muito mais do que a minha gordura e sedentarismo puderam agüentar. foi massa, acho que valeu a noite, apesar daquele lugar infausto que é a fashion club.

ah, e na fila da saída aconteceu um lance muito bizarro. um coroa com seus 40 e tantos anos, quase 50, cabelos meio ruivos, olhou pra mim assim, assim, e perguntou se eu era filha de fernando. tomei um susto mas fiquei calada, com aquela cara de retardada. insistiu e perguntou o nome do meu pai. "fernando". e da tua vó? "maria luísa". ele apresentou as pessoas que estavam com eles como "netos de luís torres", que penso ser irmão da minha vó. ou seja, se o sujeito aquele for o pai daqueles três que ele apresentou com como sobrinhos-netos da minha vó, ele é primo do meu pai. logo, meu primo segundo. nossa senhora. olha só o lugar onde eu vou conhecer um coroa que eu creio ser primo do meu pai: na fashion club. que vergonha!

pergunta: como ele adivinhou que eu era eu, se eu nunca na minha vida inteira vi a fuça aquela figura?

e tem mais um lance bizonho nisso tudo. fui contrar à minha mãe do ocorrido e ela perguntou o nome do sujeito. nicolau. "ah, cecília, ele é o pai daquele menino da foto, o que tem o côco parecido com o seu". ahn, explico. tem uma foto minha bebê que eu estou de perfil junto com outro bebê da mesma idade, também de perfil, e é impressionante como parecemos gêmeos. eu tenho um troção grande na cabeça, um coco ducaralho (quem já me viu de cabeça raspada pode confirmar) e o guri tinha igual. sem falar no nariz, tudo era igual. só que ele era bem mais gordo e maior que eu. ahn, vou tentar achar agorinha essa foto, escanear e publicar aqui procês. esperem.

Nenhum comentário: