22.11.02

eba! chegaram meus pedidos do submarino. eu adoro quando chegam esses pacotões pelo correio, realmente me dá um coisa gostosa por dentro com coisas que vêm com carteiros. vai ver é alguma tara reprimida por homens de roupa amarela e azul e bolsinha de lado, geralmente suados e sujos. sim, mas voltando aos coisos. pedi pro meu irmãozinho músico o livro de hermeto pascoal, "calendário do som". aí na hora resolvi incluir dois livros baratinhos, só pra ver se compensaria o frete - "a revolução dos bichos" de george orwell e "admirável mundo novo" de aldous huxley, por 6 e 7 reais, respectivamente - e, ohhhh!, o frete sumiu misteriosamente. maravilha! e com o preço que ia ficar antes, ganhei mais dois livros :)

mas me deixa falar um pouco do "calendário do som". eu não sabia que hermeto tinha feito esse livro e resolvi dar uma lida. segundo ele, lá por 96 ele começou a receber umas "mensagens intuitivas" que diziam que ele precisava compor uma música por dia durante um ano. e foi o que ele fez a partir do dia do seu aniversário. o livro, então, é composto com a partitura das 366 (porque ele não quis excluir os bissextos) músicas que ele compôs de 23 de junho de 96 e 22 de junho de 97. e é a reprodução da partitura mesmo, com os garranchos e desenhos dele no papel. a letra dele é a coisa mais engraçada do sistema solar. parece a letra do meu sobrinho de 9 anos. e ele sempre termina a música com as frases "viva o som" e "tudo de bom sempre, hermeto pascoal". eu achei aquilo tudo muito ducaralho. a devoção dele pela música é uma coisa fantástica. ele acredita que tem uma missão aqui e que a missão dele é fazer música e priu. isso é muito bonito, na minha opinião. como se fosse levar coisas boas para as pessoas através de suas composições. que coisa linda, minha gente. tive vontade de chorar no cantinho.

mas o mais lindo de tudo são as frases e reflexões que ele coloca no final de muitas dessas composições. parece uma criança falando, tamanha a incência. meu deus, é um doce esse hermeto!

pesquei algumas frases ao acaso:

"disse o mestre caranguejo 'só ando pra trás porque na frente não vejo ninguém pra me desafiar. corro até demais. viva eu'."

"compus essa música pensando muito nos aboios dos vaqueiros tangendo o gado pela estrada e às vezes até tendo que atravessar rios e riachos até chegar lá. tenho tudo isso gravado na minha mente. viva o som, as idéias, as nuvens e as estrelas coloridas"

"boniteza é a beleza da alma, junto com os sons e os animais que mesmo abandonados nos amam"

"um dia após o outro, é como as ondas do mar que se renovam sem parar. a música também embala a alma. viva a vida"

"a música é como o amor, não tem fronteiras; é também como pensamento que jamais terá premeditação alguma porque a morte também não tem. lindo é saber viver"

Nenhum comentário: