13.11.02

que festinha cu aquela de lançamento do filme "madame satã", hein? além de cheia de gente palha, os únicos homens bonitos perigavam ser gays. não que isso seja um problema, mas se torna quando você está a fim de olhá-los como mulher. hehehe. na realidade, eu amo demais os gays. eles são bem humorados, boas companhias e geralmente são lindos (talvez porque não tenham vergonha de cuidar do cabelo, pele e roupas). e assumo que sou muito mais homem nesse sentido do que todos os homossexuais que eu conheço. não cuido do cabelo (eu nem sequer penteio), não cuido da minha pele, como porcaria e não tou ligando muito pra tudo isso. enfim, voltando à festa. tinha até uns caras gatos lá, mas eu fiquei temerosa só de olhar. ah, a música. foi ruim, no geral, mas tocaram umas pérolas (desconhecidas pra mim) bem legais. "sunglasses at night", de tiga & zyntherius e um housezão nos moldes do fim dos anos 80 começo dos 90, bem massinha. ótimo pra dançar. vou colocar no cd do bailão! e miss kittin que a cka me indicou certa vez e é simplesmente fuderosa, ducaralhamente dançável (ninguém deve entender esses advérbios que eu invento, shahshah).

pois é, várias musgas do miss kittin e essa sunglasses at night tão há horas aqui no meu winamp.

Nenhum comentário: