19.1.03

ontem teve show do mombojó no fim da tarde, na ladeira do mac, em olinda. foi massinha aquele clima bem família que se instaurou, com todo mundo sentando nas escadarias do mac e um bando de pirralho brincando de correr na frente do palco. fiquei olhando um tempão pros pirralhos correndo, um tempão mesmo. tinha um que era simplesmente o menino mais lindo que vi nos últmos tempos: magriça, com uma calça dessas que os pais fazem pro carnaval, colorida e toda picotadinha na barra, com uns cachinhos lourinhos caindo no olho. parecia muito meu irmão rafa quando era guri. fiquei olhando praquele pirralho e louca pra ter um igualzinho. mas deixa essa história pra depois senão eu começo a divagar sobre crianças, filhos e não vai prestar. bom, o show foi joinha, mas teria sido melhor se o som contribuísse. além de ser péssimo o som, faltou energia uma hora lá, o que fez parar o show no meio durante uns 20 minutos. mas foi ótimo, acho que eles tão se garantindo cada vez mais.

depois fui comer a melhor macaxeira do mundo, sem brincadeira. não conhecia a tão falada macaxeira da noca e realmente é tudo o que dizem. um big pratão atolado de macaxeira tão molinha que parecia papa, pedaços bem generosos de queijo coalho assado na brasa e uma carne de sol maravilhosa. terminamos de comer já era perto das 10h, eu tava completamente lotada de comida, só queria uma cama fofa pra ficar lá morrendo. fomos pro clube vassourinhas pra festa do eu acho é pouco. caralho, aquilo tava muito lotado. e muito provavelmente um calor dos infernos, sem falar no frege que devia estar lá dentro. pensei em ficar um tempo do lado de fora, que é de graça e ventilado, mas tava foda com aqueles malas olindenses atrás de confusão. fiz o melhor: ir pra casa. além do quê, pagar 5 contos pra ver lala k botando som não é muito do meu feitio.

Nenhum comentário: