9.3.03

eu não disse ainda, mas ontem recebemos uma encomenda sinistra, às 8h30 da manhã. isso depois de ter rolado o maior festerê aqui em casa, o bota-fora de alice. antonio, podre de sono, vai ver o PACOTE e se depara com uma surpresa: um siamês raquítico de cara demoníaca. dentro de uma singela cestinha. claro que ainda sentimos pelo sumiço de folote, o gato mais legal do mundo. mas não esperávamos que a substituição dele fosse se dar de forma, digamos assim, tão TINHOSA. além de feio, o gato miava demais, um miado desesperador e rouco e parecia ter sido maltratado no seu antigo mocó. a mãe acho que não gostava muito dele, porque ele parece ter no máximo um mês e meio e já foi desmamado há algum tempo. quanto descaso! mesmo com tanta campanha pró-amamentação as mães ainda tratam assim suas crias.

depois de acordar de verdade, mais lúcida, fui ver melhor o bebê. ele miava em algum lugar da salinha do vinil, mas não sabia bem onde. tava debaixo do som, num espaço que eu achava que só cabia poeira. foi difícil tirá-lo de lá, mas depois de algum esforço, de tentar tangê-lo para os fios e algumas mordidas, consegui suspendê-lo pelo rabo. ô, tão feinho! parece cartola com aquele nariz preto. não tivesse já batizado-o de TRATOR, o chamaria de cartola, na certa. como ainda nem dá pra saber se é macho ou fêmea, corre o risco de se chamar TRATORA também.

e o novo inquilino já até estreou como ATOR com os rapazes da símios filmes. na falta de joão lima, vai trator mesmo. entrou no aquário debaixo da chuva e até foi marionete. pobre criatura, sendo JUDIADA só por ser desprovida de um belo rostinho. ele também tem seu valor. prometo que vou amá-lo, apesar de não conseguir me acostumar com o fato de ter um siamês fêo.

Nenhum comentário: