22.7.03

tou de ressaca de uma farra longa e engraçada ontem (a despedidada de beto e maurício) e dormi muito pouco. sabe o que me deu vontade de fazer agora? ir prum clube das pás da vida e dançar essa música, de josé ribeiro:

tens a beleza da rosa, uma das flores mais formosas.
tu és a flor do meu lindo jardim, e eu a quero só para mim.
o teu suave perfume, às vezes causa-me ciúme.
ao te beijar, sinto no coração, o pulsar da mais pura paixão.

porém, tenho medo que tua beleza de rosa se transforme num espinho.
quase morro só em pensar em perder teu carinho.
tenho medo que esta paixão seja uma ilusão sem fim.
tenho medo que não sejas a flor do meu triste jardim.


solo de órgão de igreja

o teu suave perfume, às vezes causa-me ciúme.
ao te beijar, sinto no coração, o pulsar da mais pura paixão.

porém, tenho medo que tua beleza de rosa se transforme num espinho.
quase morro só em pensar em perder teu carinho.
tenho medo que esta paixão seja uma ilusão sem fim.
tenho medo que não sejas a flor... do meu triste jardim... do meu triste jardim.


o mais legal, obviamente, é ler a letra junto com a música, que é apoteótica e dramática e o cara tem aquelas vozes de cantor antigo de rádio, que pronuncia o r rrrrr, tá ligado? muito boa. baixem, crianças: beleza da rosa - josé ribeiro.

Nenhum comentário: