20.8.03

nunca imaginei que ter dvd em casa fosse uma coisa, assim, tão fundamental. isso porque desde que me mudei pra vila dos smurfs não via um filminho aqui, simplesmente porque aqui não tem videocassete ou dvd. mas aí uma alma caridosa chamada cacá trouxe o dvdzinho dele pra cá com filminhos de brinde e eu me tornei uma pessoa bem mais feliz.

não por coincidência, os três filminhos que ele trouxe (cinema paradiso, maléna e era uma vez na américa) têm trilha de ennio morricone, que é um filho da puta que arrepia até os cabelos do cu desde 1964. tudo bem que eu já tinha visto cinema paradiso há uns 13 ou 14 anos (e até hoje não esqueço da música principal) e maléna no cinema, mas não fiz questão nenhuma de rever. e era uma vez na américa é um grande filme, mesmo. eu subestimei, cacá, tenho que assumir. e a trilha, deus do céu! eu fico cantarolando o dia inteiro, andando na rua e pensando na música. apesar das músicas do tio morricone serem orquestradas e coisa e tal, têm um apelo popular muito forte. não é por menos que quase 15 anos depois você se lembre da trilha de um filme que você só viu uma vez.

e foi por causa dessa overdose de ennio morricone que eu resolvi procurar algumas coisitas dele no soul seek. acabei baixando a clássica de trilha de the good, the bad & the ugly e the big gundown intrepretado por john zorn. além de era uma vez... claro. coisa fina.

Nenhum comentário: