26.2.03

gerador de novelas italianas da globo, lá do mundo perfeito:

amore mio - Cena 3

Versão instrumental de dateme un martello como trilha incidental. Geral na fábrica. Trabalhadores estão saindo pelo pátio. viccenzo está entre eles. Corte para fachada do sobrado. maria está na porta esperando com alguma ansiedade pelo italiano. viccenzo chega.

maria:
- Adivinha? O joão tá aqui na cozinha. E naquela mesma folga de sempre. Já comeu tudo o que tinha de grão de bico. Agora está pedindo lasanha. E isso só você sabe fazer.

viccenzo:
- cáspita! Ma esse sacripanta num aprende? No quero más ver eso porco-cane! Si bater aqüi di novo, fala qui tem di sambá, chorá e amá. Ma num abri a porta.

maria:
- Você também exagera. Desde que ele roubou seu prato, você pega no pé, do homem. Até espalhou que ele sabia que joão é gay.

viccenzo:
- Ma é vero. Na casa dele andaram até correndo por conta disso.

maria:
- Tá, tá, mas deixa de reclamar. Já que não quer entrar em casa, vai no mercado comprar grão de bico, antes que tua tia chegue e dê por falta.

viccenzo vira as costas. Câmera se afasta, mostrando os outros sobrados da vila . Fábrica aparece ao fundo. Sobe dateme un martello.
tou me sentindo meio ridícula com esse meu cabelo. a pro-reitora de extensão entrou aqui na sala hoje e disse que eu tava com cara de maternal.

25.2.03

PÁRA TUDO!

gente, essas dramatizações do ratinho são melhores do que hermes e renato. podem conferir.
terminei de ler agora à tarde "misto quente - a juventude de henry chinaski" de bukowski. já perto do fim do livro, alguém que já o havia lido fez o seguinte comentário escrito a lápis:

"a-há! finalmete confessou a influência de fante hein, seu bêbado ladrão?"

e a réplica:

"isso só é segredo pra você, estúpido! buk nunca escondeu sua adoração pelo fante. nunca!"

cara, não sei porquê, mas morri de rir. já imagino as duas caras discutindo isso numa mesa de bar. me dá náusea só de imaginar.
R.I.P.


:~~~~~~~~~~ esse aí no colo de aninha é folote, o sumido (ou finado) em uma de suas mais freqüentes posições de dormir

23.2.03

meu deus, como sou pobre! acabei de tomar BANHO DE CHUVA NO QUINTAL DA MINHA CASA. de camiseta e biquíni, gritando feito uma louca e com direito a bica do trocinho que escorre do telhado e tudo mais.

qualquer dia faço um churrasco aqui (com uma churrasqueira feita com tijolos, vale ressaltar, ou com jante de carro) e convido todo mundo pra tomar banho de bica com a água que escorre da caixa d'água.

21.2.03

djenial. escher em lego (dica de eita, bacão!):





tem mais aqui, ó.

20.2.03

cortei o cabelo. tá feio mas também não quero passar máquina pra remediar. pelo menos não agora. tá na altura da orelha e tem uma franjinha fêa que eu deixei ainda menor.

e mudei essa bosta de template brega que nem eu agüento mais. ainda tá meio ruim pra ler e tal com esses links alinhados à direita e o texto à esquerda, mas eu tou com muito sono pra arrumar uma solução agora. depois.

19.2.03

jamaica iria adorar isso aqui.
acho que cortarei minhas loooongas (ohh) madeixas hoje. não tou agüentando mais, tando de calor quando de cara mesmo. tentei assanhar como eu fazia antes pra ver se dava um jeitinho, mas ele tá grande demais e se dismilingüe todo. até minha mãe tá implorando pela tosa.

porra, em março agora eu completaria um ano que passei máquina no cabelo e desde lá nem cortezinho sequer. ia ser uma glória, mas infelizmente o calor tá infernal, cabelo tá feio e sem falar que tá caindo bragarái.

tentarei fazer um antes e depois. só não me implorem pra não cortar, mmmkay? brigada.

18.2.03

...e diante da possibilidade de substituirmos folote em nosso coração e em nossa casa pelo gato feio de amélia, moacyr solta a seguinte pérola:

- mas quando ele crescer ele vai se tornar um cisne, né?
que chinfra. níquel náusea em esperanto:

entraram aqui procurando por EU SÓ RECEBO RESTOS DE CARINHO.

credo!

17.2.03

mooostra, gorda!



só tou botando aqui porque foi a seo buda design que fez (é nóis na fita!) porque eu mesma detesto godard. fica o recado. vai passar até filme sem legenda, vejam só, que cabieça.
da série as maiores chupações de todos os tempos:

- i can't wait do white stripes chupa riff de heart shaped box do nirvana

- o nirvana, por sua vez, roubou o riff de eighties, do killing joke pra jogar em come as you are

- o elastica pegou o riff do começo de three girl rhumba do wire e jogou no seu big hit connection

- e aquela chatice do crazy town simplesmente copiou tudo (o baixo e a guitarra) de um trecho de pretty little dirt do red hot chili peppers pra colocar em butterfly

alguém aí sabe de mais alguma chupação descarada como essas? tou a fim de colecionar e montar um museu. e isso é sério. valeu.

16.2.03

estou triste.

folote sumiu :~~~~(

desde sexta-feira ele não aparece em casa e desconfio que a velha solitária e ladra de gatos do prédio da frente roubou o bichinho.

sinto falta do meu bebê peidão e folote :~~~~~~(

14.2.03

tou indo pra praia. volto segunda. comportem-se.

13.2.03

poison ivypeg
isso é que é mulher de verdade! além de dar duro no cramps, poison ivy ainda arrumava tempo pra fazer peg bundy no married with children.

11.2.03

enquete urgente para pessoas que moram aqui no recife (ou que estarão por aqui do fim desse mês até o meio do próximo, um pouco depois do carnaval):

quando vocês acham que deve ser o bailão funk mão na xoxó 2 - o retorno de jedi?

a) dia 21 de fevereiro, um dia antes do enquanto isso na sala de justiça
b) dia 7 (ou 8) de março, uma sexta-feira (ou sábado) depois do carnaval
c) qualquer outro dia bem depois do carnaval

7.2.03


tá ligado que caju e castanha tocavam no the meters?
enquete para pessoas que usam óculos:

vocês já perceberam se só conseguem cagar de óculos?

explico: você vai tomar banho, por exemplo, tira sua roupinha, os óculos e vai pro chuveiro, quando percebe que está com uma vontade inadiável de cagar. você prontamente sai do box e vai pra privada. você põe os óculos ou não?

eu percebi que eu só consigo cagar de óculos, bem como ouvir direito uma pessoa que fala de longe comigo. vocês também têm isso? mas essa de ouvir melhor é explicável, já que pra entender o que alguém fala é necessário não só ouvir, mas também ler os lábios, então... mas pra cagar? não consigo achar uma explicação científica pra isso. é como o bocejo ser contagioso: ninguém sabe o porquê.

6.2.03

djenial.

5.2.03

estou me saindo uma perfeita dona de casa, prendada como papai sempre quis que eu fosse (lml). pois é, acabei de comer uma belíssima lasanha que eu mesma fiz. se você fez o feijão exatamente como eu mandei, ficou uma delícia, porque aquele um quilo que eu fiz segunda-feira voou rapidinho. e olhe que só moram 3 pessoas aqui. ou eles estavam famintos de dias ou ficou muito bom mesmo e eu prefiro acreditar que a segunda opção é a correta. mas vamos lá.

como vocês já sabem, a lasanha é composta de partes brancas e partes vermelhas. as partes vermelhas são o molho de tomate (ohh) e as partes brancas são compostas do queijo e do molho branco. vamos começar pelo molho vermelho.

molho vermelho:

5 tomates grandes e bem maduros
2 cebolas grandes
6 dentes de alho
azeite de oliva
salsa, orégano e sal a gosto

rale as cebola e esprema os dentes de alho. doure no azeite. o tomate tanto pode ser colocado cru e em pedaços pequenos dentro do alho e cebola doirados como pode ser fervido antes pra já dar uma amolecida, o que é melhor pra você. portanto, basta ferver água e jogar os tomates dentro. depois, tirar a pele e cortar. aí então acrescenta os tomates à panela com alho e cebola. deixa cozinhar pro tomate soltar o sumo. acrescente os temperos, cozinhe mais um tempo e guarde o molho.

molho branco:

um litro de leite
3 a 4 colheres de sopa de maizena
uma colher de sopa de manteiga
sal e noz moscada a gosto (não exagere na noz moscada, pelo amor de deus. tenha bonsenso)

primeiro, antes mesmo de acender o fogo, misture a maizena com o leite pra evitar que se formem bolinhas. depois ligue o fogo e acrescente a manteiga. mexa sempre. acrescente o sal e a noz moscada e espere tomar consistência.

feito isso, você vai precisar de:

um pacote de massa fresca de lasanha (aqui eu usei da marca frescarini que é dessas cujo cozimento é no próprio forno. se você for usar aquelas massas duras e tenebrosas que têm que ser jogadas na água fervente e em seguida numa vasilha com água gelada e toda aquela trabalheira, problema seu)
500g de queijo mussarela
200g de queijo parmesão ralado

agora é a parte mais chata. retire as folhas de lasanha da embalagem e não esqueça de retirar todos os plásticos que têm entre as folhas. não vá mandar pro forno um plasticozinho maneiro. pegue uma travessa refratária grande e retangular e coloque uns pingos de azeite, só pra lasanha não grudar. cubra com as primeiras folhas de lasanha e vá colocando os molhos, alternando sempre entre uma camada de molho e uma de massa o queijo mussarela e o parmesão.

como você pôde notar, essa lasanha não tem carne moída nem presunto, que é em respeito às pessoas que não comem carne. ok, eu sei que elas não merecem respeito, é eu brincando. mas fica muito gostosa também assim e não empacha tanto. não coloque presunto: fica uma merda e se estraga com mais facilidade. se não agüentar uma lasanha sem carne, acrescente ao molho vermelho a carne moída e faça o resto do mesmo jeito

3.2.03

alguém sabe alguma maneira fácil de se ganhar 2kg rapidamente? não quero dinheiro, só dois kilinhos. minha auto-estima agradece.
cês podem não acreditar, mas eu estou fazendo feijão. sim, um feijaozinho maneiro pra não ficar comendo tanto ali na mc donalds e ficar anêmica de vez. como aqui na minha humilde casinha ainda não tem panela de pressão, o feijão vai ficar até as 23h cozinhando. enquanto isso, vou dar a receita da minha gororoba que ficará pronta dentro em breve:

um quilo de feijão mulatinho
uma cebola grande
quatro dentes de alho
um tomate grande e maduro
uns 300g de jerimum (pros do sul, é abóbora)
coentro e cebolinho a gosto
500g de carne charque (ponta de agulha se você gosta duma feijoada gorda. pode ser de coxão)
dois paios defumados

corte em pedaços médios a charque, coloque numa panela com um pouco d'água para escaldar e tirar um pouco do sal. não deixe ferver, porque senão o sal fica na carne. feito isso, doure a charque na panela onde será cozinhado o feijão. não precisa colocar óleo porque a charque já tem gordura e não precisa pôr sal no feijão porque a charque já vem sal de sobra. e se tu for hipertenso, dispense mesmo. bom, quando a charque tiver bem douradinha, acrescente a cebola e alho picados e refogue. acrescente os tomates em pedaços pequenos, com pele e sementes mesmo, que esse feijão é espada. deixe refogar. coloque o paio em rodelas ou semi-círculos e continue doirando tudo.

a essa hora o feijão já deve estar catado e de molho (cuidado com as pedras e não esqueça de deixar de molho pra não ficar com gosto de cocô de rato. você já viram como fica o feijão na ceasa?). jogue-o dentro da panela e ponha água até cobrir tudo. jogue com delicadeza o jerimum. tampe e vá jogar paciência.

se você tiver uma panela de pressão (que é claro que vocês, que moram com pai e mãe e têm empregada, têm um acessório tão útil como esse em suas cozinhas) o cozimento dura pouquíssimo, acho que no máximo uma hora. mas se você é pobre e mora só, como eu, pode reservar uma tarde inteira de olho no negócio, porque vai demorar uma vida. aproveite pra cortar essas unhas e lavar esse PERCOXOXUJO, ou fazer uma borda de crochê naquela sua toalha feia.

tá, e quanto tempo dura o cozimento na panela normal? eu sei lá, é a primeira vez que eu faço feijão sozinha. mas é como eu disse, reserve sua tarde aí porque é pelo menos umas 3h de cozimento. vá provando e quando o feijão não estiver duro, é porque tá bom.
pois é. em olinda, já é carnaval. domingo agora é difícil ter paz por ali, pelo menos até proibirem o som (de um mal gosto terrível) nas janelas das casas. ontem foi meu teste de paciência com malas e freges em geral. fui (de busão, porque entrar de carro ali tá impraticável) pra ver o show do suvaca di prata lá no mamulengo só riso. foi massa e tal, apesar do lance do "mulher não paga" ser um chamariz somente para mulheres (quando deveria era atrair homens). resultado: um lugar cheio de meninas de mini-saia atrás de macho e nenhum macho no recinto. aliás, os que tinham estavam acompanhados. eu sinceramente não gosto desse troço machista de mulher não paga, apesar de me dar bem nessas, já que não é muito do meu feitio pagar pra entrar em festas. e quando tava voltando pra casa percebi o quanto eu tou velha pra certas coisas, como pra muvucas em geral, maloqueiros de olinda cheirando loló e visando bolsas de menininhas como eu. e, caralho, insuportável pegar busa ali às 10h15 da noite. mas esse ano eu tenho que ir pra olinda nos dias de carnaval porque terá visita aqui em casa. e, claro, eles têm que conhecer o tradicional carnaval de olinda, acompanhar uns blocos. mas pretendo ir de dia e voltar antes do sol se pôr (heheh) pra poder pegar o rec beat aqui no recife antigo (que por sinal estará o ouro).