30.6.04

SANJUÃO

acho que não preciso dizer que arcoverde foi ducaralho. não sei dizer se foi melhor ou pior que ano passado. em 2003 aquilo era novidade pra mim, então foi muito bom. esse ano foi mais gente e passamos menos tempo. só vi o coco raízes uma vez, na sexta-feira mesmo. não vi cordel do fogo encantado, o que não me faz falta. jessica não tava mais no grande hotel majestic. o aniversário de leo tem aumentado a quantidade de gente (e de penetras) a cada ano. e com isso, o número de grades de cerveja consumidos. esse ano foram 25. pense no estado das pessoas. virou um evento do são joão de arvorde, tipo galo da madrugada pro carnaval. não teve bode de leo, mas tinha uma carne assando lá que eu desconfio ser de bode. a chuva tentou mas não conseguiu atrapalhar. eu não me lembro de ter dançado quadrilha, mas pessoas garantem que dancei. a feijoada, o xerém e a cerveja estavam uma delícia. o friozinho tentou me derrubar todos os dias mas eu fui mais forte. minha bunda apareceu. mostrei varizes às pessoas. me chamaram de hipocondríaca umas 17 vezes. inclusive O hipocondríaco mor, pablo homeless. tinham 73% a mais de mulheres esse ano, o que acaba sendo ruim, num certo sentido. mas é brodagem.

ah, e já tem gente eleita pra ser queimada na fogueira ano que vem, caso se atreva a aparecer pelo sertão no próximo são joão.

Nenhum comentário: