1.7.04

FLÁVIA ACHOU ESSA FRASE A MINHA CARA

"Poupe-me da amargura, o derradeiro ácido cítrico pervertido a correr nas veias das mulheres solteiras inteligentes e sozinhas" (Sylvia Plath)

e eu concordo.

Nenhum comentário: