30.6.04

SANJUÃO

acho que não preciso dizer que arcoverde foi ducaralho. não sei dizer se foi melhor ou pior que ano passado. em 2003 aquilo era novidade pra mim, então foi muito bom. esse ano foi mais gente e passamos menos tempo. só vi o coco raízes uma vez, na sexta-feira mesmo. não vi cordel do fogo encantado, o que não me faz falta. jessica não tava mais no grande hotel majestic. o aniversário de leo tem aumentado a quantidade de gente (e de penetras) a cada ano. e com isso, o número de grades de cerveja consumidos. esse ano foram 25. pense no estado das pessoas. virou um evento do são joão de arvorde, tipo galo da madrugada pro carnaval. não teve bode de leo, mas tinha uma carne assando lá que eu desconfio ser de bode. a chuva tentou mas não conseguiu atrapalhar. eu não me lembro de ter dançado quadrilha, mas pessoas garantem que dancei. a feijoada, o xerém e a cerveja estavam uma delícia. o friozinho tentou me derrubar todos os dias mas eu fui mais forte. minha bunda apareceu. mostrei varizes às pessoas. me chamaram de hipocondríaca umas 17 vezes. inclusive O hipocondríaco mor, pablo homeless. tinham 73% a mais de mulheres esse ano, o que acaba sendo ruim, num certo sentido. mas é brodagem.

ah, e já tem gente eleita pra ser queimada na fogueira ano que vem, caso se atreva a aparecer pelo sertão no próximo são joão.

28.6.04

MEU CORAÇÃO É BREGA

Minha estranha loucura
tentar te entender e não ser entendida
É ficar com você
Procurando fazer parte da tua vida
Minha estranha loucura
É tentar desculpar o que não tem desculpa
É fazer dos teus erros
Num motivo qualquer a razão da minha culpa
Minha estranha loucura
É correr pros teus braços quando acaba uma briga
Te dar sempre razão
E assumir o papel de culpado bandida
Ver você me humilhar
E eu num canto qualquer dependente total do teu jeito de ser
Minha estranha loucura
É tentar descobrir que o melhor é você
Eu acho que já paguei o preço por te amar demais
Enquanto pra você foi tanto fez ou tanto faz
Magoando pouco a pouco me perdendo sem saber
E quando eu for embora o que será que vai fazer
Vai sentir falta de mim
Sentir falta de mim
Vai tentar se esconder coração vai doer
Sentir falta de mim

18.6.04

BÃI

ainda em fase de adaptação à casa nova e ao fato de ter que pegar ônibus novamente, depois de tanto tempo, cá estou. meu quarto está a bagunça que deixei no dia da mudança e amanhã pretendo levar as coisas grandes que ainda estão na casa de johnny.

esqueci de comentar da matéria sobre o orkut que saiu na folha de pernambuco e da minha foto estampada na capa do jornal. vergonha, com a cara deste tamanho de gorda. bom, pelo menos a matéria tá muito bem escrita e o que tá dito lá tá bem fiel ao que falei. parabéns, eriká.

ontem fui lá na festa do mídia, a famosa festa da globo. todo mundo sempre me falou que essa festa era arretada, que era a melhor bl da história. de fato. só que aturar limão com mel e não poder beber prassifudê porque tem que trabalhar cedo no dia seguinte realmente não são bons anima-festa. então a morgação foi geral. ainda tentei brincar nas barraquinhas, mas a fila monstruosa me fez desistir rapidinho.

a minha dor de gengiva ainda permanece (desde segunda) mas já tá um tiquinho melhor. que susto que eu tomei com essa porra. por isso, escovem bem seus dentinhos, crianças, principalmente os sisos. e não esqueçam de passar o fio dental diariamente, principalmente se vocês T~em dentinhos tortos como eu. senão vão acabar feito a tia aqui.

15.6.04

20 ANOS ATRÁS



em clima de são joão.

aliás, quem vai pra arcoverde?

14.6.04

ME MUDEI II - O REGRESSO

depois de um fim de semana trancafiada na casa da mãe, sem sair pra canto nenhum, finalmente consegui me mudar. a nova morada fica ali perto do bompreço do parque amorim, lugar bem central. o apartamento é o que laurinha e rafinha tavam rachando com mayra - que foi morar em maceió a trabalho - é é muito legalzinho. tou animada, exceto pela contramão pra ir pro trabalho, mas a gente se acostuma.

continuo sem meu número de celular antigo, no entanto tou com uma linha provisória (é quase o mesmo número. se você sabe qual é, só troque o 04 por 31, heheh) até conseguir encontrar um chip virgem pra a minha linha antiga.

bom, só quero dizer que as coisas tão se ajeitando aos poucos. mas por enquanto continuo sem computador em casa.

11.6.04

NÃO LIGUEM PRA MIM

estou sem teto e sem telefone. podem me encontrar eventualmente na casa da minha mãe.

tem duas coisas ruins nisso tudo. uma é dormir no quarto da sua mãe porque seu antigo quarto foi tomado pelo seu irmão, que não agüentava mais dividir quarto com o seu outro irmão e se recusa a voltar a fazê-lo. no quarto da sua mãe você não pode fazer a bagunça que você costumava fazer no seu quarto e ainda corre o risco de incomodá-la chegando de madrugada fedendo a cerveja e cigarro.

a outra é se acostumar, nem que seja por uns dias, a ficar sem celular. difícil. mas acho que o pior de ficar sem o aparelho não é nem a falta de contato com o mundo ou ficar sem despertador, muito menos perder a sua agenda telefônica. pior é sentir a bolsa tremer e saber que não é ele.

7.6.04

AGORA FUDEU DE VEZ

parece que eu tava adivinhando que isso ia acontecer: fui assaltada. voltando do trabalho pra casa,. três vermes armados levaram celular e uma boa grana. foi tranquilo, apesar de tudo,e eu tava calma. mas é revoltante.

o fato é que com essa acho que minha decisão final é de sair mesmo dali. ou volto pra casa da minha mãe ou vou pra outro canto, não sei. ali é que não dá pra ficar.

enquanto isso, continuo sem computador em casa. em breve, tranqüilidade. aguardem. estamos trabalhando para melhor servi-los.