16.12.04

MANUAL DO AMIGO HIPOCONDRÍACO

a vida é uma graça mesmo. demorei 24 anos pra descobrir que tenho alergia a chocolate. chocólatras, não se desesperem. nunca tive tara por chocolate. como um tabletinho e me enjôo. vai ver sempre foi uma reação natural do meu organismo, devido à alergia que eu nunca soube que tinha.

fui fazer esse teste (coisa que já devia ter feito há anos) devido a uma espécie de intoxicação/alergia de contato que tive 20 dias atrás. passei 5 dias completamente pipocada no corpo todo. placas enormes, vermelhas e coçantes. quando fui no médico ver o que podia ter sido, ele me mandou fazer esse teste, mas só fui fazer ontem. é bem simples: a mocinha lá coloca uma gota de cada substância em um ponto do braço e depois dá uma furadinha com o palitinho pra a substância entrar superficialmente. depois de vinte minutos, o resultado está lá: bolinhas. grandes pequenas ou nenhuma bolinha. fiquei com inveja da moça ao meu lado que fez o teste: duas bolinhas pequenas. eu tive todas as bolinhas possíveis, algumas grandes e outras pequenas.

além da alergia a chocolate, descobri que tenho alergia a corante (ai, minha coca cola), a crustáceos (tou fudida) e a já conhecida poeira e mofo. nada disso nunca me causou nenhum problema, exceto camarão, que já parei de comer faz tempo. mas o médico me orientou a andar sempre com o remedinho, caso eu exagere. andarei. e não pararei de comer caranguejo.

10.12.04

OBRA DE HOMEM - O RETORNO

o filho da puta escroto que caga no banheiro feminino voltou a atacar. cheguei no banheiro hoje e me deparo com uma verdadeira pintura no vaso sanitário. porra, eu já tou sendo condescendente com o traste: cague, cague no banheiro feminino. mas dê descarga, pelo amor de deus. é pau a merda ficar lá dois dias sem se mover. chega criou uma crosta por cima, onde a água não batia. revoltante.

desculpem a riqueza de detalhes, mas foi impossível não ficar extasiada olhando pra aquilo, sem acreditar que pudesse ser verdade. eu vou descobrir quem é o filho da puta. ah, se vou.

9.12.04

ANOTAÇÕES MENTAIS #4698

* quem tiver uma gata prenha, ou com gatinhos recém nascidos, ou mesmo estejam querendo se livrar de gatinhos bebês, saibam que tem uam boa mãe esperando por eles. macho de preferência. eu sei que brigitte, a filha de dado e julia, pariu esses dias. dado, se rolar um macho eu quero.

* apareçam hoje na abertura do 46° salão de artes plásticas no mac, acho que vai ser bacana. e quem não visitou ainda a expo do museu do estado, vão lá. só o karaokê do hélio já vale a visita. o karaokê foi o sucesso da abertura, na quinta passada. pra quem não sabe, o karaokê do hélio consiste em aspirar gás hélio e recitar poesias de hélio oiticica com aquela vozinha de 45 rotações da radiola que o gás deixa em você. só cuidado pra não substituir o gás oxigênio pelo gás hélio no seu organismo e terminar no chão como carlós fez. mas cá pra nós, acho que carlós foi contratado pelo alexandre vogler pra fazer aquilo lá, fez parte da performance. mas tudo bem.

6.12.04

OBRA DE HOMEM

aqui no escritório não tem banheiro na sala. o banheiro é do prédio e cada andar tem dois, um masculino e um feminino. já dá pra imaginar a situação: um vaso apenas, um banheiro sem janelas, o terror. quem sofre de prisão de ventre passe longe do recinto ou vai ficar com o cu mais preso ainda. como esse não é o meu caso, mesmo evitando usá-lo, às vezes eu tenho que fazer um vitalino ali mesmo.

hoje fui fazer um simples xixi. abri a porta, a tampa estava fechada. quando abro a tampa, the big surprise: uma verdadeira sopa. uma sopa escura, espessa. não consegui mijar. fiz um favor às minhas companhieras mulheres de dar descarga, foi tudo o que consegui.

só que o que me deixa mais puta é saber que nenhuma mulher, mesmo ruim das FACULDADES, iria fazer um serviço desses e deixar assinado. nunca. isso é coisa de homem. pior, de homem filho da puta escroto. a primeira evidência é deixar o troféu exposto, pra todo mundo ver. a segunda evidência é que devem ter no máximo 4 mulheres no sexto andar, o resto é macho. e a última prova, a que mata o caso, é o caderno de esportes da folha de pernambuco lá, jogando no chão. cafuçu filho da puta, eu te pego!

EU VOLTEI, VOLTEI PARA FICAR, POR CAQUI, CAQUI É MEU LUGAR

andei sumida desse diário maldito, simplesmente por não ter o que dizer - ou simplesmente pelo estresse do trabalho não me dar espaço pra pensar nas bobagens que me circundam. até tentei duas vezes escrever alguma coisa, mas consegui postar nada.

eu vou voltar, me aguardem. as coisas tão mais tranqüilas no escritório, agora que o salão de artes já abriu e eu devo voltar a escrever amenindades como antes.