29.4.05

ANXIETY KEEPS ME HAPPY

se tem um coisa que eu adoro fazer em tempo ocioso é andar pelo bairro, passar na locadora, pegar 5 filmes, ir na casa lotérica, jogar na megasena e passear pelo pão de açúcar. o pão de açúcar é o supermercado mais caro que existe, mas é o que tem as coisas mais legais de se comprar. hoje mesmo, comprei um pote de nutella, pra comer com panqueca.

ok, antes que alguém me diga que eu já tou querendo engordar o que perdi parando de tomar cerveja, eu explico. desde que voltei a morar na casa da minha mãe, tenho tido vontades incontroláveis de comer coisas doces.

* calma tem alguma coisa estranha aí: cecília comendo doces? cecília não é aquela que enjoa comendo um quadradinho de chocolate? *

bom, deve ser porque na casa da minha mãe se usa açúcar e uma coisa que eu praticamente abandonei da minha vida foi o açúcar, quando fui morar fora de casa. não usava açúcar pra nada, era um ítem que nunca entrava na lista de compras. e quando você volta a comer açúcar, parece que rola uma necessidade eterna de se comer mais. tipo um vício mesmo.

ain, onde está aquele sugar blues de rafael?

RECEITA

macarrão à putanesca

essa é uma adapatação de uma receita que vi na tv, naquele programa truques de oliver. na verdade, só rolou uma troca de filés de anchovas por filés de sardinha em conserva, simplesmente porque o pote de anchovas custava R$ 18 e o de sardinha custava R$ 2. sou pobre, e daí? tudo bem, não é exatamente uma troca perfeita, mas é uma receita que você pode fazer rapidamente em casa, sem precisar de grandes habilidades e é muito saborosa.

você vai precisar de:
- 250 gramas da massa que preferir (dê preferência às massas grano duro, que não necessitam de óleo para o cozimento e ficam mais durinhas)
- uma lata de filés de sardinha em conserva (pode usar aquelas sardinhas com espinha e escama, mas eu acho nojento e prefiro não ter o trabalho de limpar)
- azeitonas pretas sem caroço
- alcaparras
- alho em rodelinhas
- uma lata de tomates pelados
- azeite
- sal

modo de preparo:
coloque numa panela alta bastante agua para ferver. enquanto isso, vamos preparar o molho. pegue o azeite, ponha numa panela e deixe esquentar. acrescente o alho. cuidado pro alho não queimar e emporcalhar tudo. depois, junte as alcaparras e as azeitonas. deixe tudo pegar sabor. adicione então os tomates pelados, que vêm com um pouco do suco do tomate. vá mexendo de forma que o tomate vá soltando ainda mais o seu sumo. corrija o sal. a essa altura, a água já ferveu. daí é só cozinhar a massa até ficar al dente e servir com o molho quente.

um amigo meu contou que se chama macarrão à putanesca porque na itália as mulheres que traiam seus maridos não tinham tempo para cozinhar, então faziam alguma massa rapidinha em 15 minutos pra quando eles chegassem pro almoço a comida estivesse na mesa. não sei se é verdade, mas é uma boa explicação.

27.4.05

PIA COMO EU SOU GOSTOSA

EI

soube por aí que tão querendo organizar um movimento "volta, cecília" de reativação deste diário. devo lhes dizer que não é tão simples assim, chegar e escrever. eu tou mais no movimento "não tenho nada a dizer, então cala a boca e chupa".

ok, grosseirias à parte, quero avisar que esse blog fez 3 anos - eeeeeee! bem que podia ter uma comemoração mais digna. prometo trabalhar pra isso. prometo que vou voltar a florear sobre o fiteiro da esquina que brinca com a chapa ou sobre o tempo que passo observando os caras da construção aqui na frente. no momento eles tão muito ocupados construindo, mas a qualquer momento eles param e fazem algo.

5.4.05

NÃO TENHO NADA A DIZER

então vamos fazer testes idiotas:



Qual Lei de Murphy te persegue?