19.1.06

pedala, robinho

então... mais uma vez, cecília tenta entrar no mundo dos exercícios físicos. só que dessa vez ela não se matriculou numa academia nem comprou óculos de natação caríssimos. ela comprou uma bicicleta.

ergométrica, pra piorar.

aí que eu chego em casa ontem, esbaforida, doída e com fome e vejo aquele pacotão do submarino na sala. eba, minha bicicreta chegou! lá vou eu, esbaforida, doída e com fome montar a bicicleta pra já começar a pedalar vendo a novela, pra já emendar no banho e no jantar, na seqüência.

botei a bermuda mais maloqueiral que tenho, minhas havaianas e lá vou eu pedalar. a bicicleta foi a mais peba que encontrei. por aquele preço, também, não podia ser grandes coisas. na minha cabeça, eu só pensava "pedala? então serve." mas não é bem assim. o selim é duro pra caralho e minha bunda tá doendo muito. hoje de manhã fiz uns dez minutinhos, só pra acordar, e tive que colocar uma almofada no assento. me senti a própria velha com hemorróidas.

fiquei até pensando em devolver. fiquei insatisfeita com o produto e quero devolvê-lo, senhor submarino. mas, sei lá. acho que darei uma chance à bichinha. outra ergométrica custa mais que o dobro do preço dessa.

vamos ver no que dá esse lance de bicicleta. cheguei num ponto de gordice em que nunca estive antes. quero caber nas minhas calças velhas. quero usar meus vestidinhos curtos. quero usar biquini sem problemas. com a cerveja eu já tou dando uma pausa (abrindo exceções, claro, para beira de praia e zezinho, que ninguém é de ferro).

Nenhum comentário: