15.1.07

o mané do celta branco

e aí que nessa academia que eu tou malhando as esteiras ficam voltadas pruma portona de vidro, num mezanino, do qual se vê a rua. e a rua também vê tudo lá de dentro. e, naturalmente, os transeuntes e motoristas passam pela rua olhando aquelas pessoas de roupas de cotton suando nas esteiras.

tudo bem, tava tranquila e calma ouvindo minha playlist "bowie hits 1" no ipod, enquanto um devedê do capim cubano embalava a caminhada, quando de repente passa um sujeito no carro, olhando justamente para onde estávamos eu e mais umas 6 meninas caminhando. passou olhando e continuou dirigindo, não sei como não bateu. não satisfeito com a secada que ele deu na loira de calça bailarina preta, o sujeito dá a ré, volta até a frente da academia e pára o carro. simplesmente estaciona na frente de um prédio pra ficar assistindo.

o que ele tava conseguindo ver dali de baixo eu não sei, mas devia estar bom.

Nenhum comentário: