15.1.07

o mané do celta branco

e aí que nessa academia que eu tou malhando as esteiras ficam voltadas pruma portona de vidro, num mezanino, do qual se vê a rua. e a rua também vê tudo lá de dentro. e, naturalmente, os transeuntes e motoristas passam pela rua olhando aquelas pessoas de roupas de cotton suando nas esteiras.

tudo bem, tava tranquila e calma ouvindo minha playlist "bowie hits 1" no ipod, enquanto um devedê do capim cubano embalava a caminhada, quando de repente passa um sujeito no carro, olhando justamente para onde estávamos eu e mais umas 6 meninas caminhando. passou olhando e continuou dirigindo, não sei como não bateu. não satisfeito com a secada que ele deu na loira de calça bailarina preta, o sujeito dá a ré, volta até a frente da academia e pára o carro. simplesmente estaciona na frente de um prédio pra ficar assistindo.

o que ele tava conseguindo ver dali de baixo eu não sei, mas devia estar bom.

11.1.07

cadmia versão beta

hoje de manhã, indo pro trabalho, eis que vejo um aparelho daqueles de fazer abdominal, repousando na calçada. olhei de longe aquilo lá, cheguei perto e sim, era um aparelho daqueles de fazer abdminal mesmo. e ainda havia uma plaquinha escrito É DE QUEM PEGAR.

menina, não é que eu quase pego, dou meia volta e levo pra casa? mas eu já tava meio atrasada pro trabalho.

aí a culpa veio e fui na cadmia pagar mais três meses. dessa vez numa melhor e mais perto de casa. e mais cara, claro. o projeto "emagreça em dois meses" foi abandonado e eis que surge o projeto "tou velha e preciso de fôlego".

8.1.07

sexy

sexagenário.

parabéns ao tio bowie pelos seus 60 anos.

5.1.07

duas grandes invenções da humanidade:

a sopinha missô em pasta e a chaleira que pia.

aqui em casa, a gente tem um problema sério de família: todo mundo esquece panelas no fogo. meu irmão mesmo botou uma sopa pra esquentar, foi dormir e só desligou o fogo no dia seguinte. se a panela não fosse de aço inox, a casa já teria virado cinzas. pra se ter uma idéia, a sopa virou carvão, um carvão quase que impossível de se descolar da panela.

então, uma chaleira que pia é mais que essencial numa casa de retardados mentais. é incrível: a água ferve, a panela começa a gritar, você corre desesperado pra desligar o fogo e sua água tá pronta pra usar. não é o máximo?

tão bom quanto isso são os pacotinhos individuais de misso shiru que eu trouxe de sumpaulo. a pastinha de soja misturada ao resto dos ingredientes (inclusive algas!) é uma delícia, super prática e tem só 20kcal. nada tem a ver com aqueles pacotes de glutamato monossódico que vendem nos supermercados. é praticamente a própria sopa missô, faltando só o tofu e a cebolinha.

eu amo essas modernidades.

4.1.07

tô xó

icaro diz:
minha cunhada se chama siouxsie
.cecília. ஒ diz:
ahn?
.cecília. ஒ diz:
SÉRIO?
icaro diz:
sim!!
icaro diz:
Siouxsie Hagen
icaro diz:
de Nina Hagen
icaro diz:
eu pensei que ja tinha te falado
.cecília. ஒ diz:
jesus cristo
.cecília. ஒ diz:
quem batizou essa criança????
icaro diz:
o pai =P
.cecília. ஒ diz:
quantos anos ela tem???
.cecília. ஒ diz:
hahahahahahhahahahaha
icaro diz:
tem 21
.cecília. ஒ diz:
sério???
.cecília. ஒ diz:
tou passada!!!!!
icaro diz:
haaha
icaro diz:
sério
icaro diz:
namora com meu irmão
icaro diz:
pior é o irmão dela, que é Led Zeppelin

3.1.07

de volta

hoje voltei ao trabalho, depois de um mês de férias. ao contrário do que muitos vieram perguntar, não, não passou rápido. acho que aproveitei o máximo que pude esse um mês - além de gastar mais do que devia, claro.

os primeiro 9 dias eu passei em são paulo e os últimos 13 dias eu passei em japaratinga, uma praia ao norte de alagoas. a praia é belíssima, quase não há casas na beira da praia e da estrada se vê o mar - uma das melhores partes da viagem. como toda cidade pequena, tem uma infra-estrutura péssima, mas isso não foi nenhum empecilho pra a gente. conseguimos todas as vodcas, frutas, peixes e brebotes de que precisamos.


a casa, apesar de ser praticamente toda uma gambiarra só - dos quartos à instalação elétrica - era muito aconchegante. o dono explicou que foi construída há 20 anos, pelo seu pai, que "tomava uma e dormia pelo chão mesmo". depois que ele começou a freqüentar a casa com os amigos, resolveu fazer uma "ampliação": construiu um mezanino e nele fez 5 quartos com divisões de madeira (minúsculos, ok, mas em cada um com camas pra duas pessoas, podendo alojar até 10 pessoas com razoável conforto). além disso, fez mais dois banheiros na parte de cima e uma laje simpática, porém um tanto quanto perigosa.

por fora, a casa é linda: toda de tijolinho aparente, com um belo gramado do lado de fora, árvores de frutas, coqueiros e uma vista fantástica. por ter sido construída em cima de uma falésia, vê-se o mar de cima e não tem como uma vista dessas ser feia, por mais sargaço e mucuim que uma praia possa ter.


sim, os mucuins escolhiam a frente da nossa casa como point. tem o caso do menino que mija parecendo uma maria-farinha e seu cachorro que tosse até da família que fez de uma porta velha a melhor jangada do mundo. sempre na frente da casa que, convenhamos, não era o melhor trecho da praia pra se tomar banho.

fora isso tudo, as farras na casa eram todo dia. no começo era só eu, tarta e o devedê. depois chegou simone e mateus, alvinho e claudio e o resto da trupe chegou depois do natal. no final de semana do reveillon foram 20 pessoas. e o cachorro, tico.

tico merece um parágrafo à parte. eu não sou muito afeita a cães, todos sabem que eu prefiro os gatos. até porque já fui mordida por um poodle filho da puta ( que deus o tenha), então eu tenho motivo de sobra pra não gostar muito de cachorros. mas tico é diferente. por morar na praia, sozinho e longe dos donos, sendo alimentado por um caseiro chato, bronco e que não gosta de cachorro, tico é um tanto quanto carente. bastou aparecer umas pessoas na casa pro bichinho se animar todo. e ia pra praia com quem fosse, e chegava junto de quem chamasse, e ia atrás do nada quando alguém gritava "pega, tico", e encurralava os gatos forasteiros que vinham roubar nosso churrasco, e olhava pra a gente com cara de pidão só pra receber uma mãozinha na barriga. tico é um fofo, todos reconhecem isso. e até eu tive vontade de trazê-lo pra recife pra morar na minha casa.

mas tico ficou e deu uma pena danada. mas deixou uma mensagem de ano novo para todos:



as festas foram animadas, regadas a muita picanha ao alho (ninguém vai querer ver picanha e alho durante um bom tempo), cerveja, batidas de frutas, muppets, david bowie, simpsons, daddy cool, gente rolando na grama, batendo com a cabeça, gente dormindo em rede, peixes deliciosos na brasa (acompanhados do meu molho especial com wasabi). e, claro, a companhia de gente bonita em clima de paquera e azaração, aprontando todas numa praia que é só confusão!