16.10.08

moz, tiamo

acabei de assistir a esse devedê do dermite. além de ficar me sentindo igual à menina infinito achando morrissey lindo e tudomais, cheguei à conclusão de que ele e chris isaak foram separados no nascimento:



mas o que eu queria dizer nem era isso. o show todo é fantástico, morrissey em sua melhor forma (física também). e o gran finale, com you've got everything now:



isso depois de jogarem flor no olho dele e de um coleguinha subir no palco, abraçá-lo com tapinhas nas costas e tudo, tipo velhos amigos, e não querer mais largar. tentou até beijar o pobre do morrissey na boca, vejam só que cousa.

aí eu nem contei que ganhei o menina infinito de cris, né? pois foi. ela fez uma espécie de concurso no blog, eu contei uma historinha lá e ganhei. acho que é a primeira vez que eu ganho alguma coisa num troço assim. brigada, dotora cris :)

quanto à história, bem... mesmo me sentindo velha demais, super midentifiquei, meo. aquela coisa de gostar de catar vinil em sebo... deixa pra lá. ai, meus 18 anos :~~~~~

e agora que vou sonhar com morrissey é que fudeu a tabaca de chola. uma pena o bichinho ser assexuado, né?

Nenhum comentário: