30.9.08

tinha esquecido de comentar

que saiu a coleção de verão de semira casé (e das meninas do ateliê do lima) com ilustrações minhas :)

o lançamento foi domingo e os jornais da província se manifestaram.

do xotacê:
"Semira Casé criou sua coleção de peças exclusivas a partir das ilustrações da designer Cecília Torres, realizando estamparia artesanal e brincando com tingimentos no tecido listrado, em tonalidade de verde, rosa, cinza e amarelo. A modelagem é mais justa e apresenta laços e babados."

e do diário:
"E Semira Casé, nessa história toda, é o lado mais pop do ateliê. Todas as estampas de sua nova coleção são da designer Cecília Torres. Para quem não conhece o traço de Cecília, basta dizer que suas garotas foram batizadas de "doentinhas". São frágeis, parecem ter partido no meio. Estão nas camisetas e em detalhes dos vestidos. Na linha Pernas pra que te quero, eles estão na barra das saias. "Mas ainda têm aquelas figuras de recortar e montar os looks que toda menina adora. Os tingimentos e o processo de impressão, todos, foram à mão", comenta Semira."

assim que eu puder, eu tiro fotos e posto.

genial

muito bons esses produtos da atypyk:

adesivo para transformar sua privada em uma obra de duchamp

o chocolate de cocô (meu sonho!)

vista o seu bigode famoso preferido

o miaeiro de porquinho que já vem quebrado e com colinha

a esponja em formato de queijo

camisinhas com 64 posições diferentes pra você testar

confete de notas de 100 dólares

dado para as eleições

tapa-olho para bons sonhos

na fila da c&a

- moça, uma opinião. minha filha é meio gordinha, levo esse m ou esse g?
- bom, eu compraria esse m pra mim. se sua filha é gordinha, leva um gg. porque essas roupas são muito apertadas, se for muito pequeno vai incomodar.

aí o cara vai atrás da bermuda de cotton gg. e volta com uma g. chegando no caixa, fala pra a vendedora:

- vou levar a g. minha filha é feito essa menina aqui, só que mais larga.



ai, minha gente, eu posso com isso? ¬¬

27.9.08

como sofro

tou merminha wendy sulca, sofreeeeeeindo. cheia de áfrica na boca, minha gente. porque o dentista só avisa que eu vou sentir uma leve pressão (ok), uma leve dor de cabeça nos primeiros dias (não senti, ó), dificuldade pra comer (ok, tou mesmo), mas não fala das áfricas na boca? tou aqui empapaçada de omcilon em orabase.

e quinta, que eu esqueci a massinha no trabalho? pense no cobrema pra dormir com a boca toda ferida. 

ontem consegui comer coração de galinha, ê! porque, né? tá sendo um tal de papa de aveia, frutinha mole, nhoque, nada de folhas e carne (as duas coisas mais complicadas pra comer porque tem que mastigar muito e eu ainda não tou com essas faculdade toda). mas o coração foi uma grande vitória.

26.9.08

ô, minha gente :~~~~



nada se cria

sabe quando você acha que teve uma idéia genial e, quando puns, alguém já teve?

pois. acontece sempre. quem é gisláine feito eu sabe que acontece. recentemente fiz um trabalho, uma revista artê. e tá, fiz a capa lá bonitinha. e tinha tipo uma gracinha no meio da bagunça que eram umas bolinhas cmyk inspiradas no padre adelir que se encontram em multiply formando novas cores. cliché do design gráfico.

beleza, revista na gráfica desde julho.

aí chegaram uns livros dizáin aqui no trabalho. tou lá folheando um dos livros, quando me deparo com um poster com a bolinha cmyk merminha. sabe quando o sangue gela? pois. qualquer um que olhe, vai achar que eu copiei. e tipo, nunca vi aquilo em toda my life até então. não sei o que é isso, acho que é tanta informação na cabeça que você acaba surgindo com uma idéia que já fizeram, inevitavelmente.

engraçado é a coisa pular na sua frente como se fosse sua velha conhecida, "oi, tudo bem? soube que você andou me copiando por aí, mesmo que essa seja a primeira vez que nos vemos" e você  "ahhh, sai daqui!" aí você se sente um lixo até pensar que todo mundo faz isso de forma inconsciente - ou não (porque, né? tem gente que copia descaradamente achando que ninguém nunca vai saber). 

aí hoje me deparo com essa linda coleção de posters de shows e quem tá lá? poster com bolinhas cmyk. 

agora vejam minha capinha de revista e julguem como quiserem. 


25.9.08

órfeu

galere, perdi meus super poderes. não consigo fazer chapa frouxa com aparelhos. e agora, minha nossassinhora do bom parto, o que será de mim sem falar apitando? eu tenho isso com um dom, minha gente. e agora uma vida inteira de devoção à arte vai embora no mijo.

tou mal, tem noção não.

24.9.08

sobre mallu

arnaldo branco disse TUDO o que eu acho de mallu magalhães:

"Bruno fala sobre Mallu Magalhães. Bem, o mais perto que cheguei de um show da mina foi ouvir a passagem de som, do lado de fora do Circo Voador: a música era Beth Balanço. Pensei na hora, essa mina é a nova Cássia Eller - no que isso tem de pior, um veículo semiacústico pra poesia beat de araque. Só que a Cássia Eller era uma artista, evidentemente feita para o palco - e o que os que gostam da Mallu parecem curtir nela é alguma espécie de inadequação bonitinha. Quem viu um show inteiro fala da coisa como um Evento do Bem, com a platéia torcendo, exatamente como em um sarau, ou show de calouros. As músicas próprias são muito subproduto de folk, e longe de mim cobrar crédito de rua para alguém, mas “atirei em um cara lá em Reno só pra ver ele morrer” com voz de Rock-a-bye baby é muitasuspensão da descrença. Mas claro que ela vai longe, comigo na direção oposta."

pois é. eu nem acho que a menina não tem talento. tem sim, mas falta algo, uma maldade no coração, uma sujeira no cabelo, uma atitude menos ursinho carinhoso. falta roquenrrol na véia, entende? e não é a música, a música é legal, é ela o problema. e, obviamente, o público, que consegue ser pior do que o público órfão dos loser manos. 

não é falar mal porque ela tem 16 anos. ou porque é ok falar mal da fofurice dela. mas não deu friozinho na barriga, arrepio dos pelos da nuca, nadinha. nem o choro dela tocando com marcelo camelo comoveu. 

mas vamos aguardar. quem sabe umas totinhas e maturidade (aquela que só vem com a idade, amigos) dêem um pouco de aura interessante a essa menina. mas desejo sucesso, de qualquer forma. ela merece.

23.9.08

o primeiro chicabon a gente nunca esquece

é bizarro, amiguinhos, mas estou tomando meu primeiro picolé de aparelhos. não sei explicar, só é bizarro.  tou com medo de morder, então vou chupá-lo até ele se liquefazer. 

meu dia de ugly betty

eu trabalho com um bando de mulher. e a coisa é séria ao ponto de se interromper reunião pra falar de bolsa-sapato-cabelo-roupa-maquiagem-dieta-(acrescente aqui sua mulherzice preferida). é incrível quando todas se juntam no mesmo quadrado que o tupperwares começam a rolar. 

e foi assim que eu resolvi usar ácido retinóico no rosto. já havia tentado usar nas minhas 3 estrias, mas não tinha disciplina e quando soube que não adiantava de nada, decidi deixar pra lá. uma mulher não é completa sem estrias, né? então, karina, minha colega de lado de mesa, usa ácido há anos, e ama! fala que a pele dela é outra coisa desde que começou a usar. e, logicamente, incentiva todos do seu círculo a usarem também. mais duas colegas do trabalho usam (uma por incentivo de karina, outra porque teve espinhas na adolescência), as duas adoram.

ok, deve ser uma coisa muito boa esse ácido pra todo mundo usar, né? resolvi testar. fui na dermatologista terça passada e, apesar da minha pele ser boa e normal (é, descobri que minha pele é normal e não seca como passei minha vida acreditando), a doutora achou meio áspera e achou que podia ser uma boa usar o ácido.

cheguei no trabalho toda empolgada e mandei fazer na farmácia de manipulação. dia seguinte, comecei a usar. usei um dia, usei dois, usei três, a pele continuava igual, quarto dia começou a despelar, quinto dia, um pouco vermelho, sexto dia um pouco mais vermelho, sétimo dia, praticamente uma queimadura. não seria difícil acreditar que foi ácido que jogaram na minha cara, né?

hoje de manhã

sabem samantha naquele episódio de sex and the city em que ela faz um peeling e vai pruma festa de véu? pois. me senti uma leprosa com todo mundo me olhando hoje. tive vergonha de pegar o elevador. tive vergonha do menino que faz limpeza. 

e pra completar o dia de ugly betty, o que é que falta? aparelhos! claro, tinha que ter eles. fui pra o dentista com a cara toda vermelha, brilhando de pomada anti-alérgica pra o extreme makeover ser completo!

agora, nestante

ainda tou me acostumando com a coisa. não consegui comer pão, só através de migalhas. ainda não me acostumei a escovar os dentes depois de comer. ainda não sei usar o passa-fio. ainda não comprei escovas especiais. ainda é bizarro, diga-se. as borrachinhas nos dentes de trás incomodam a mastigação. mas vamo lá, ugly betty é guerreira, é brasileira e não desiste nunca.

no google imagens,

digitem "elixir sanativo". 

o "gostosa" não funciona mais.

22.9.08

sistema gastro-intestinal como linhas de metrô

eu quero essa camisa AGORA:

genial!

You're trying to get to the liver? See, what you wanna do is take the red line past the stomach, then switch trains at the small intestine. Green line'll take you right there. Oh, you need to get to the appendix after that? Get back on the green line, back to the small intestine, switch to the red southbound, then get off at the large intestine station. The purple express goes right to the appendix. Whatever you do, stay off the blue line. It winds up in a pretty bad neighborhood.

18.9.08

ele, o boxe

esperei fazer uma semana de boxe pra comentar alguma coisa. vai que eu desistia antes, não ia pegar bem, né? mas agora eu tenho o kit completo, não há mais desculpas para a volta ao mundo sedentário da dor nas costas. comprei luvas de boxe, galere, vocês não têm noção. fiquei besta feito criança diante do brinquedo novo, quase fui dormir de luvas ontem!

mentira. mas tou daquele jeito que tenho vontade de comprar um saco e pendurar no quartinho sem função e deixar ele lá fazendo companhia para a ergométrica e pra cama elástica, só pra fazer o h. mas vamos deixar esse plano para mais adiante, né?

aí que o kit contém, além das luvas, uma corda e uma atadura pra enrolar nas mãos antes de pôr as luvas, né? porque machuca, gente. eu bato feito MOÇA no saco, com medo que quebrar uma junta qualquer. e mesmo assim dói. e eu vejo as meninas lá, tudo novinha, batendo feito MACHO no saco (e nos colega) e me dá uma inveeeeja. aí me lembro que a última vez que me meti a macho, apanhei na capoeira. torci pé e tudo, foi. deixa como está, aos pouquinhos a gente deixa a frangagem de lado.

mas foi. já notei aquela evolução na resistência pulando corda. porque no primeiro dia (*vergonhoso*) fiquei pulando corda trotando e morrendo e agora eu já sei pular com os dois pés juntos e até aguento uns 3 minutos! mas meu objetivo de vida é conseguir pular feito o povo de lá. vejo os gordotos pulando como se já tivessem saído da barriga da mãe assim. e nuns pulinhos assim, que nem parece que o pé tá saindo do chão, miudinhos mesmo. elegantch que só vendo.

bom, se o boxe vai surtir algum efeito emagrecedor em mim eu não sei, mas tá tão bom que só de pensar que não preciso me render a puxar ferro e ver meninas desfilando em tops mínimos, já é um ótimo avanço.

***

é sério que tem uma novela da globo que tem boxe? porque desde que eu entrei, aparece gente nova na aula. tipo todo dia. e isso só pode ser mais um desserviço da rede globo, né?

17.9.08

enquete

terça-feira vou botar aparelho nos dentes (sim, vou ser uma daquelas trintonas de aparelho, PODEM RIREM). aí queria saber o que geral acha:

1. aparelhos tradicionais, prateados mesmo

ou

2. aparelhos cor de dente que parece resto de biscoito maria

16.9.08

rraurl update

ico me passou esse link que tem um vídeo contando como o site surgiu e explicando, claro, como se pronuncia esse nome.

15.9.08

rraurl

.cecília. says:
ei
.cecília. says:
como é que se pronuncia rraurl?
.cecília. says:
nunca soube
flavia says:
boa pergunta
.cecília. says:
hahahhahah
flavia says:
cada um aqui fala de um jeito
.cecília. says:
pois ééé
.cecília. says:
já vi nego falando r raul
.cecília. says:
hahahahah
flavia says:
é, aqui tb
.cecília. says:
saco isso, né?
flavia says:
rauuuuurl
.cecília. says:
é
flavia says:
eu falo raurl mesmo
.cecília. says:
como se fala isso?
.cecília. says:
hahahha
.cecília. says:
pq nem lendo eu consigo
flavia says:
tipo raul mas puxando o r antes
.cecília. says:
tipo alor?
flavia says:
hahaha

então, alguém sabe como diabos se fala essa porra desse nome desse site, pelamor?

meu pet

hoje passei por ele de novo, resolvi tirar uma foto do meu bichinho. a sombra dificulta um pouco, mas dá pra ver.

10.9.08

só um adendo

o rato ainda está lá, no mesmo cantinho. continua sem cabeça, mas o resto do corpo tá intacto.

eu vou lembrar de tirar uma foto. vai virar meu pet :D

5.9.08

mallu

Marcelo: porra
tentei ver um clipe de mallu magalhães agora
no site do coquetel
deu agonia de tanta fofurice

eu: hahahahahah

Marcelo: :P
vamo fazer uma campanha "TOCA MOTORHEAD, MALLU"
pra ver se o treco fica um pouquinho mais malvado e sujo

eu: rola não
ela sofre de takaice

Marcelo: tabakice
mas fernanda takai pelo menos tem uma rola pra comer ela, mallu ainda não
aí já perde mais a inocência

eu: ela tá namorando
pelo que soube

eu: mas deve ser um pirralho também, porque senão dá cadeia

Marcelo: uia
daqui a pouco vai ter mallu magalhães nos sósias

momento mulherzinha capricho

aí ontem teve uma mini-reunião de tupperware aqui no trabalho. fui levar minhas comprinhas da natura pras colega ver e acabou rolando um papo de como a forma como você usa o seu batom diz coisas sobre você. ninguém sabia dizer o que o meu formato de batom diz sobre mim, então resolvi ir atrás:

então tirei essa linda foto com a câmera podi do celular pra vocês me darem uma ajuda a decifrar que tipo de vaca sou eu:
acho que o meu é um misto de forma de arco com escorregador e uma pitada de diagonal com uns 6% de lateral. o que significaria que eu sou uma pessoa comunicativa, leal, bem humorada e que adora aventuras, mas ao mesmo tempo sou bondosa e não meço esforços para ajudar os outros. em compensação, sou uma garota decidida que sempre alcança seus objetivos além de organizada, honesta e transparente.

gente, eu sou tudo de bom! eu quero casar comigo AGORA!

¬¬

Q Q CES ACHÃO???////

3.9.08

bad hair day

a última vez que tive cabelo grande foi há 13 anos. eu ainda era uma criança com 15 anos de idade e toda uma vida pela frente:

e por ter cortado meu cabelo em 1995, nunca mais tê-lo deixado crescer e nesses últimos 13 anos ter tido cabelo de tudo que é jeito (menos comprido), simplesmente não tinha idéia de como meu cabelo se comporta grande. lógico que sei que tenho cabelo de mói pra dar e vender. mas nunca soube ao certo se meu cabelo é liso, ondulado, ou qualquer coisa no meio disso.

o fato é que meu cabelo tá passando dos ombros, como eu não via desde a minha tenra puberdade. e tou começando a perceber a elbinha crescendo, crescendo e me absorvendo.

mas o problema nem é esse. eu sou loyca por cabelo cacheado (desde que bem cuidado). problema é essa indecisão das minha melenas. tão passando por uma fase, né?

já encontrei fios louros, fios pretos e grossos (pentelhos, bem dizer), fios brancos (dois, devidamente retirados), fios castanhos, ruivos, fios enrolados, fios lisos e finos. fio de tudo que é tipo e cor. é até admissível que meu cabelo passe por uma crise de identidade, né? com uma comunidade multi-étnica dessas, é bem compreensível.

a questão é que eu não sei o que fazer. o cabelo fica nessa indecisão. acordo elbinha de um dia pro outro, é complicado. já pensei em assumir as ondas, fazer uma coisa meio giselão, mas não sei se consigo.

alguma dica, gente?

1.9.08

mickey feio é pouco

semana passada, voltando do almoço, avisto um ratinho no cantinho da calçada. provavelmente jazia ali há uns dias, não sei precisar quanto pois a cor não dava a idéia do quão decomposto estava. aí que voltando hoje do almoço, vejo ele lá, sereno e sem cabeça, do mesmo jeitinho que deixei semana passada. e me pergunto: CADÊ A GARIZADA DESSA CIDADE, MEODEOS?

tudo bem que recifezes, né? recifede e tudo mais. mas eu sempre vejo garis fazendo a SIESTA aqui na calçada do prédio em que trabalho, tipo TODO DIA! como é que um rato morto fica 15 dias no mesmo canto? ele tá sem cabeça, gente, é aterrorizante. dá pena, até. o bicho já morre sem dignidade alguma e sequer retiram o presunto do lugar? absurdo isso.