29.9.09

u900

o u900 é uma dupla japonesa de ukulele formada por um coelho e um ursinho de crochê. já virei fã, quero disco e versões miniatura:





obrigada, flavia :*

\\\
update: u900 se pronuncia U-KU-RE-RE em japonês :~

7.9.09

temos comida

muitos de vocês sabem que eu voltei a estudar. pois é, tou fazendo outra graduação, nada a ver com aquela que já terminei. gastronomia. e tou adorando. aí que eu criei um blog onde vou ficar postando coisas relativas a gastronomia, desde algo legal que aprendi nas aulas, receitinhas até pesquisas que fizer.

então, quem tiver curioso, vai lá. prometo ser mais presente do que tenho sido aqui ;)

25.8.09

comichão e coçadinha

todos os episódios:





18.8.09

a honda, o plágio do trans am e o que eles pensam disso

dia desses, tarta estava zapeando na sala, eu estava no quarto do computador, ambos ouvimos uma musiquinha que vinha da tv. era um comercial da honda plagiando uma música do trans am, descaradamente.



só pra comparar, uma versão ao vivo de i want it all:



tarta decidiu mandar um email pro pessoal da banda comunicando o plágio:

From: Marcelo Benevides
Subject: Honda plagiarized a Trans Am's song
To: bloblo@yahoo.com
Date: Sunday, August 16, 2009, 3:41 PM


Hi,

i think that Honda plagiarized a Trans Am song, "I Want it All" (from the album Red Line) on a TV commercial that has been shown on brazilian TV. The Honda's commercial can be watched here: http://www.youtube.com/watch?v=GTs3E68Ci0A

thanks,
Marcelo Benevides
Recife-Brasil


e eis as respostas:

From: Trans Am
Date: 2009/8/18
Subject: Re: Honda plagiarized a Trans Am's song
To: Marcelo Benevides
Cc: xoxo@hotmail.com, ninini@yahoo.com


Marcelo

Hey. Thanks for that. None of the parts are exactly the same as I Want It All but they completely ripped off our sound. Unfortunately, I'm not sure if there's much we can do about it. I'll check with some people here who might know.

How's it going in Brazil these days?

Soon,

Nathan/trans am


From: Philip Manley
Date: 2009/8/18
Subject: Re: Honda plagiarized a Trans Am's song
To: Marcelo Benevides , Trans Am
Cc: xoxo@hotmail.com, "fliflaialo@yahoo.com"


That's intense. I think we should cover that version of our song.


valeu, braziu.

10.7.09

the uniform project


the uniform project é uma iniciativa ducaralho da indiana sheena matheiken. todos os dias, durante um ano, ela vai montar um look composto de um mesmo vestido. logicamente, acompanhado de acessórios lindos que as pessoas/empresas doam pra arrecadar fundos. todo o dinheiro arrecadado vai pra a fundação akanksha, para custear os estudos de crianças indianas que estão fora da escola.

obama tenso

eu não podia perder a oportunidade de tirar uma ondinha com obama secando a buzanfa da brasileira, né?

18.6.09

13.6.09

melhores aberturas de séries

é muito bom quando a série que você adora ainda tem o plus de ter uma abertura legal, que mesmo estando na 12ª temporada você não cansa de ver. então resolvi reunir aqui as aberturas de séries que eu acho mais legais. eu imagino que devam ter muito mais por aí que eu nem conheço ou nem me lembro mais, então podem sugerir que eu faço o update.

não estão em nenhuma ordem, saí colocando conforme ia me lembrando:

six feet under


dexter


true blood


wonder years


monty python's flying circus


batman


weeds


big bang theory


the nanny


* update *

house m.d.

22.5.09

trëmei

em tempos de reforma ortográfica, esse videozinho veio bem a calhar. uma cartinha do trema, meu diacrítico preferido, ao seu amigo U:

faltou irmã marlene




18.5.09

vasco e nestor em ação



the verve de fundo não foi uma opção minha. tava tocando aquele clipe uó na tv.

17.5.09

paper doll versão cabaré

que eu adoro paper dolls não é novidade. e esse joguinho aqui é uma jóia pra quem gosta de montar as bonequitas de papel. são roupinhas e acessórios estilo cabaré. coisa mais linda de mãe.



via flavia.

15.5.09

genial

e se david lynch dirigisse dirty dancing?

23.4.09

teclados limpos

quem tem macbook branco ou um teclado do mac em poucos meses começa a sofrer com a sujeirinha nas teclas. pensou, tá sujo o negócio.

já tinha ouvido falar dessa lenda do removedor de esmaltes a base de banana pra limpar teclado, mas nunca soube de ninguém que fez e se realmente dá certo. resolvi testar. e não é que o troço funciona mesmo? comprei um óleo de banana, mas deve existir em qualquer lojão do cabeleireiro um removedor a base de banana sem ser em forma de óleo. mas o que importa que é funciona.

você pega um pedaço de algodão, como se fosse tirar esmalte das unhas mesmo, e sai passando devagar pelas teclas. é bom ir passando um algodão seco à medida que vai limpando pra não ficar melecado. e é interessante não encharcar o algodão pra não detonar o teclado.



não sei se dá pra ver a diferença do antes e depois porque a foto foi tirar de noite com a luz vagabunda do meu abajour, mas dêem uma olhada na barra de espaço.

o bicho fica novinho, recomendo muito.

4.4.09

the third album

depois do medidor de trilogias, eis o medidor do terceiro álbum (via trabalho sujo):



- o do smiths eu discordo, apesar de achar o the queen is dead um discão. mas o primeiro tem lugar no meu coração, disco foda do começo ao fim.

- apesar de gostar muito do primeiro disco do clash, sou obrigada a concordar que o london calling é um disco redondinho.

- love eu discordo completamente. forever changes é um disco que nunca me desceu direito. os dois primeiros são mais legais e a melhor música do love (always see your face) não tá em nenhum desses três. pronto, falei.

- radiohead eu nem sou muito fã pra falar, mas até gosto dos primeiros discos. mas tenho verdadeira OJERIZA ao ok computer. pronto, podem me metralhar agora.

blur eu adoro os três, sou suspeita pra falar. pena que o great escape não tá na no bolo.

3.4.09

my blog spot

flavia postou no seu frufru mais um meme legal e eu resolvi seguir: show me your blogspot.

1. Uma vez escolhido, poste uma foto de onde você bloga.
2. Sinta-se à vontade para nos contar um pouco sobre o seu espaço, detalhar alguns items. Ou não.
3. Coloque um link pro post original - a gente quer ver até onde isso vai. :)
4. Escolha outros 5 blogueiros, que devem, por sua vez, mostrar os lugares de onde eles blogam.
5. Se você for escolhido e não participar.. hum.. você vai desenvolver uma estranha alergia a repolho. Sério.

então tá:


aqui é um dos lugares onde mais fico na minha casa, principalmente quando tou no meio daqueles freelas intermináveis, fudida, mal paga, perdendo a fome e a paciência. assim, claro que eu preferia uma mesa limpa, sem fios, sem quase nada mas é praticamente impossível. principalmente quando tou trabalhando que ficam mil coisas espalhadas.

ali do lado é minha prancheta, onde eu deveria estar praticando caligrafia e desenhando, mas eu tenho fuleirado muito com essas duas atividades.

então vamos dar continuidade ao meme, fil, licia, lique, renata e sil.

é de verdade, dói e não sai

li isso no hoje eu vou assim e achei uma boa colar aqui. acho que todo mundo que tem tatuagens, principalmente expostas, já passou por pelo menos uma dessas situações. esse tipo de coisa era pra estar escrito em cartilha, pra todo mundo aprender desde cedo.

16 ou 17 coisas que você precisa saber sobre uma pessoa tatuada.

1. Não, ela não quer falar sobre isso.

2. Sim, ela teve coragem. Ao contrário de você, que está pensando em fazer uma tatuagem há 14 anos.

3. Não, ela não se arrependeu.

4. Ela é tatuada, não tatuadora. E não quer dar a você todas as dicas de como, onde, quando e que desenho tatuar.

5. Cuidado com perguntas do tipo “Você trabalha com tatuagem?” se não quiser ouvir respostas do tipo “Sim, eu não tiro a tatuagem para trabalhar”.

6. A não ser que pinte um clima, não saia botando a mão.

7. Não, ela não é um outdoor, nem um pássaro, nem um avião. Pessoas tatuadas não gostam de ser assistidas como se fossem um filme. Nem de ser observadas e avaliadas como num programa de calouros. Evite dar voltas em volta dela, olhando de cima a baixo.

8. Pode parecer estranho, mas, não, ela não quer chamar atenção. Pode parecer ainda mais estranho, mas as tatuagens são desenhos dela para si mesma, não para os outros. E têm muito mais a ver com o que ela quer dizer para si mesma do que para o mundo.

9. Perguntas do tipo “E essa aqui, o que significa?” só significam uma coisa: você é um chato. Gostaria de ouvir perguntas do tipo “O que significa o seu cabelo chanel?”

10. Proibido fotografar, filmar, tocar ou comer no recinto.

11. Não, ela não quer pensar em um desenho para você tatuar.

12. Sim, ela respeita se você achar ridículo. Mas nem tudo precisa ser dito. Ou ela será obrigada a opinar sobre o seu enorme brinco de pena.

13. Doeu, sim. Mas o que dói mesmo é esse seu olhar de turista.

14. Sim, ela já sabe que você é louco pra fazer uma, mas nunca teve coragem. A pergunta é: “E daí?”

15. Não, ela não tem tatuagem onde você está imaginando.

16. Sim, ela trabalha num lugar muito democrático. Ou usa terno e gravata.

1.4.09

melhor fotolog


lixo tattoo: a melhor coleção de tatuagens de presídio, pé de ponte e afins.

31.3.09

boa notícia

"a música é como o amor, não tem fronteiras; é também como pensamento que jamais terá premeditação alguma porque a morte também não tem. lindo é saber viver" (hermeto pascoal)

a partir dessa semana, nosso querido hermetinho vai começar a liberar toda sua discografia (34 álbuns) para download. espero que aprendam com o gênio. vou chorar ali no cantinho e já volto.

update: a carta feita pelo próprio hermeto: 



:~~~~~~

30.3.09

make em 5 minutos

sei que o vídeo é meio velhinho, mas nunca é tarde pra aprender coisas novas: 

29.3.09

serginho, tiamo



ele bem que poderia estar no cearenses internacionais, né?

28.3.09

pois é,

quando penso que tava errada esse tempo todo, achando que tinha encontrado uma gata legal no mundo, o destino prega uma peça dessas comigo. porque, né? como eu é que eu não tinha desconfiado que não existe gata fêmea que não seja completamente surtada (bem como qualquer fêmea de qualquer espécie)? mia era legal demais pra ser menina.

update sexual dos gatos

aí que hoje foi o triste dia em que os gatos vão ao veterinário, e todo aquele esperneio dentro do carro, querendo arrancar a grade do viajante. aquele drama, né? chegando lá, na hora da vacina, veterinária que não estava lá semana passada é chamada pra ajudar a segurar meus pimpolhos. e eis que a mesma olha pra perseguida de mia e diz "oi, esse aqui é macho, olha aqui os testículos". oi? toda uma vida (10 dias) crendo que mia era minha florzinha agora vem a doutora de animais e diz que ela é um menino? isso é muito duro pra uma mãe, aceitar. minha wendy carlos.

mas enfim. passado o susto, estamos nos acostumando com a idéia de ter dois machos. foi até bom, né? porque a gente já ia ter que gastar mais dinheiro ainda (mais do que a gente já gastou até agora com eles. puta que pariu, gasta mais que menino pequeno, vou te contar) com a esterectomia e não vamos mais. ê! ainda comentei com tarta essa semana (veja intuição de mãe como é): "imagina se abrem mia e não encontram nada lá dentro?". mas claro que daqui pra lá mia já ia estar desfilando pela casa com dois ovos pretos. e eu já ia desconfiar que essa coca não é fanta, definitivamente.

e eis que chegamos ao nome: nestor.

26.3.09

circulou pelos tuítes essa semana



as 101 coisas que você deveria ter visto na internet. e se não viu, veje.

24.3.09

vasco e mia




chegaram quarta e já tomaram conta da casa. mia é a mais marronzinha de orelha escura. vasco é esse do olho dodói. meusamô pulguento que ainda pesam 1kg.

22.3.09

mullets, cerveja de litro e bife de chorizo

stella artois de litro. só faltava ser mofada

de volta à vida e ao trabalho, depois de 3 semanas de férias, duas das quais estive na argentina e no uruguai e uma resolvendo pepinos em recife mesmo. coragem pra voltar a malhar e voltar pra ioga ainda não tive, mas devem chegar junto no bolo do vida real life style que se iniciam. espero.

mas buenos aires foi foda, 15 dias que pareceram meses. a cidade é linda, a comida é foda e todos aqueles clichês que todo mundo sabe mesmo sem ter pisado lá. mas tem coisas que você só sabe vendo.

os mullets, por exemplo, aquele lugar comum de meninos latinoamerica, em bsas você vê como é real. não importa a classe social, todos usam. e não são aqueles mullets terríveis de maradona anos 80, são mullets moderninhos, até embelezam (mais ainda) o cidadão. aliás, que coisa esses argentinos têm, uma elegância natural. acho que é o bife de chorizo, só pode. as mulheres são belíssimas sem precisar se emperiquitar tanto. senti uma leve semelhança com são paulo, com a diferença que são paulo é uma província em grandes proporções e, como tal, as pessoas precisam de altas produções pra aparecerem mais que as outras. bsas não, as pessoas são naturalmente estilosas e elegantes, tanto andando na rua como num restaurante chique. era até estranho andar na rua com tanta gente bonita. dava uma certa vergonha.

algum prédio bonito que fazia esquina com a calle florida, onde ficamos.

outro clichê que você comprova em um ou dois dias: argentino come muita carne. mas come bem. um prato num restaurante serve bem duas pessoas normais. e não é qualquer carne, é carne boa, bem feita, suculenta. qualquer birosca de beira de esquina tem a melhor carne do mundo. e a parrilla, minha gente? que coisa linda aquilo.

ele, o bife de chorizo. essa é a METADE de um prato.

uma parrilla sem muita carne, mas dá pra ter uma idéia

mas o que achei massa mesmo em bsas é poder andar na rua sem medo. sem medo de se perder, sem medo de um louco correr atrás de você com uma faca. as ruas são muito bem sinalizadas, os quarteirões são quadradinhos, não é essa bagunça urbanística de recife. o centro é muito bem movimentado até de madrugada e ninguém mexe com você se você não der trela. mas ao mesmo tempo sinto uma coisa muito maquiada, uma pobrezinha debaixo do tapete, coisa que não vi tanto em montevideo, onde tá tudo espalhado mesmo, na cara.

vista da plaza de mayo

em bsas a gente fez todos os passeios turísticos regulares, dentre eles ir ao caminito, ao puerto madero, a palermo, recoleta e san telmo na feirinha de antiguidades. até ver tango a gente viu. lógico que não pagamos 200 pesos por um show de tango, que eu não dei na minha mãe. fomos num tango "alternativo" de 15 pesos e diversão garantida.

o caminito é a coisa mais turística que vi em toda a cidade e deixamos isso justamente pro último dia. os garçons abordam você na rua (se percebem que você é brasileiro) com um "senta aí pra tomar uma cervejinha geladíssima com pastel", como se em buenos aires tivesse cerveja geladíssima em algum lugar e pastel, neam? aliás, empanada é uma coisa que realmente não tem padrão de qualidade. comi umas maravilhosas e outras péssimas, de massa folhada e crocante a dura e seca. não tinha nem como saber.



caminito

o passeio o tigre a gente resolveu fazer via terrestre, pelo trem de la costa, porque eu enjôo em barco. mas achei muito mais legal porque você pode ir parando nas estações, conhecendo os lugares e depois é só pegar o próximo trem, que passa a cada meia hora. a melhor parada foi em peru beach, uma praia onde tem aulas de windsurf, hippies limpinhos e bares com cerveja gelada. almoço foi choripan com stella artois de litro :~~~~

uma das estações onde pára o trem de la costa

outras paradas eram legais pra ver as casinhas distantes do centro de buenos aires, todas lindas e com jardinzinho na frente, as criancinhas de farda xadrez saindo da escola, os cafés ótimos. e no final, no tigre, entramos no cassino TRILLENIUM. comprei 20 pesos de fichas e fiquei me divertindo no jackpot. uma pena que o ambiente seja tão deprimente, cheio de velhos viciados e vidrados naquele barulho repetitivo. mas valeu a experiência.

outra aventura foi a ida a luján, pra o tal zoológico onde o serumano entra nas jaulas dos bichos. a idéia parecia legal, divertida, mas pra já começou a parecer roubada quando soube que o zoo ficava a 70 km de bsas. e que iríamos de trem pra lá. o trem deixaria a gente na cidade de moreno onde pegaríamos outro para luján e da estação daríamos um jeito de chegar ao zoo. já comecei a enjoar no trem, sentada de costas para o sentido no qual ele estava indo. na estação moreno, uns malinhas argentinos começaram a circular (qualquer um entrava na estação, qualquer um pegava o trem, não havia controle algum) e depois de bem uns 40 minutos de espera pelo trem pra luján decidimos tomar uma atitude. saímos da estação e avistamos dois carros parados com uma placa escrita à mão TAXI. ok, vamos perguntar quanto fica uma corrida até luján já que nem taxímetro o voyage 88 tinha. nego leva a gente por 50 pesos, dirigindo aquele carro a 120 por hora. imaginei o melhor (um acidente mortal) e o pior (a gente no matagal sendo estuprada pelo velho e depois sendo retalhada com gilete). mas chegamos no zoo sãos e salvos e 50 pesos mais pobres.




o lugar era uma beleza, uma grande fazenda cheia de cocô com patos soltos e famintos por todos os lados, algumas jaulas com bichos onde você pode entrar, fazer carinho e tirar sua foto com cara de tabacudo. porque, né? não há aquele que consiga se sentir seguro, feliz e satisfeito alisando um leão, por deus. eu mesma não entrei, mas fotografei tarta, heitor e angela. depois, um passeio no elefante (toquei também) e uma batata frita oleosa e nojenta acompanhada dos patos pidões. mas foi ótimo, mesmo, apesar de tudo.

de buenos aires a gente pegou um barco pra colonia del sacramento. cidade linda, toda antiguinha e romântica que em uma tarde você vê todinha. pensamos em pegar uma bike, mas estávamos com mochilas, então ia ficar meio ruim. saímos andando pela parte histórica, com casinhas lindinhas de muro de pedra, um farol com uma vista fantástica pra toda a cidade e pro rio del plata. no mesmo dia seguimos de ônibus pra montevideo.

as casinhas em colonia são todas lindas assim

montevideo me lembra muito recife. na bagunça, na falta de sinalização das ruas, nos taxistas grossos, na sujeira. uma cidade muito mais real do que bsas. e muito menos preparada pra receber o turista. mas eu gostei dos bares que fui, da cerveja, até do povo na rua fumando maconha eu gostei.

o centro tem coisas parecidas com toda cidade antiga: prédios enormes e lindos, um teatro da época colonial, praças grandes com alguma estátua de alguém importante. o mercado del puerto é uma delícia, cheio de lugares pra comer com a parrilla exposta, feito uma vitrine das carnes. só achei que a carne no uruguai não é tão boa quanto na argentina. acho que eles não sabem bem o que é uma carne ao ponto, porque veio quase esturricada. me senti tão no brasil.

mercado del puerto, em montevideo

de volta a colonia, foi a hora de pegar o barco. devidamente medicada com olcadil (porque eu tava tonta e enjoada antes do barco sair do canto, vejam só) e com cartola meu ipod, cheguei sã e salva no puerto madero, de onde seguimos de volta pro hostel. só deu tempo de cochilar uma meia horinha pra nossa última farra em buenos aires. san telmo, la resistencia, calor dos infernos. pelo menos deu pra se despedir dos amigos que vão ficar durante o ano por lá.

acho que buenos aires é uma cidade pra você voltar sempre e sempre. mas da próxima vez preciso planejar melhor o quesito deslocamento. porque 8h dentro de um avião é pedir demais de uma pessoa que ODEIA viajar de avião. é pedir demais de uma pessoa ansiosa por natureza, né? ainda mais de uma pessoa que tem uma crise de gastrite no dia de viajar e sai de casa fraca, sem comer e cagando litros (mesmo) a cada 10 minutos. mas o que importa é que tudo saiu dentro dos conformes, ninguém passou fome nem dormiu na praça, né?

e o melhor de tudo: não engordei nem 100g! \o/

UPDATE: as fota tudo estão no flickr.

19.2.09

me dá meu carro dááá



melhor vídeo dos últimos tempos da última semana.

oi,

16.2.09

eu queria muito ir...

...mas dia primeiro de março eu estarei enchendo o cu de carne em buenos aires, tsá? só que eu tinha que mostrar o convite djenial do chá de casa de antônio. 

então, quem foire amigo (menos o ramiro, que é repetente) e quiseire ajudara o antónio a montare sua casinha, compareça. 

eita, saudade desse povo que mora longe :(

11.2.09

this is why you're fat

quando eu penso em comida, vou logo nesse site aqui pra perder completamente a fome.

23.1.09

oi?

minha nova diversão do momento, além de assistir pela 267ª vez bruno aleixo e imitar o sotaque purtugaish, é ficar vendo as imagens do explain this image. trata-se de uma coletânea de fotos que não fazem nenhum sentido, mas garantem a diversão da garotada:

pronto, pronto, tá perdoado.

por uma vida wireless



se tem uma coisa que me deixa realmente angustiada é quando vejo um monte de fio amontoado. não existe mesa arrumada que me faça sossegar se tiver um emaranhado de fios ao redor. aqui em casa, dei um jeito de pelo menos escondê-los por trás do monitor e do laptop, mesmo assim de forma bastante ordenada. confesso que não sou lá uma pessoa muito organizada, mas pode ter certeza que uma mesa cheia de fios contribui pra essa desorganização.

essa é minha mesa de trabalho em casa (atualmente um pouco arrumada, porque geralmente é uma zona). só que pra deixar ela "vazia" assim, as coisas vão se amontoar em outro canto e a coisa vira uma bola de neve. pelo menos, me livrei (aparentemente) dos fios. 70% da aflição já vai embora.


ainda torço pelo dia em que nada mais vai ter fio. eu vou tá viva, fé em deus.

19.1.09

i am 60

bem parecido com o yearbook yourself, o site da puma criou o i am 60, em comemoração aos 60 anos da marca. você faz o upload de uma foto do seu rosto e faz o look que combina cabelos, acessórios, óculos e roupas dos anos 40 até hoje. eis alguns dos meus resultados:









15.1.09

sou gisláine e nerd

tatuagens originais, daquelas que você diz "como é que não pensei nisso antes", são legais e tal, né? mas nerdice tem limites. 

ok, pelo menos ele vai ter uma tatuagem nostálgica daqui a 10 anos.

14.1.09

dica de saúde e beleza com mãe zenzi

eu tenho um problema meio chato que piorou desde que coloquei aparelho: lábios muito secos. passei uns dias na praia e não senti nenhum ressecamento nos lábios, mas bastou voltar ao trabalho e ao ar condicionado forte que eles vivem secos, racham, soltam pelinha e às vezes até ferem. 

uma dica pra quem tem esse mesmo problema: bepantol. quem tem tatuagens com certeza tem um bepantol guardado na farmacinha (ok, eu tenho farmacinha). mas trata-se de uma pomada cicatrizante pra assaduras que serve pra um bando de outras coisas também (já vi gente com hemorróidas usando). o bepantol hidrata os lábios, cicatriza as feridas e ainda tem um plus: deixa um aspecto de gloss transparente na boca. adorei a descoberta! já ando com minha bisnaguinha na bolsa e aplico todo dia antes de dormir. resolve mesmo, hein?

bjomeliga.

mark e. smith


o dono do fall, uma das bandas mais legais e persistentes do mundo, nessa bela ilustração de sam green.

taí uma banda que eu me desdobraria pra ver aqui no brasil <3


taí uma verdade

daqui.

13.1.09

ô, rapaz


enquanto não adoto gatos, me divirto com esses aqui.